Teste Vocacional: Como decidir com inteligência qual carreira seguir?

Essa não é uma tarefa nada fácil e é motivo de ansiedade e incerteza para a maioria das pessoas.

Em decisões como essa, devem ser levado em conta as áreas de conhecimento que mais se adequa com a personalidade e os interesses de cada um. Mas não se preocupe, nós sempre podemos mudar nossas escolhas e, se esquecer disso, é o que causa tanto pavor nesses momentos.

Envolvendo principalmente o autoconhecimento, os testes vocacionais são essenciais para aqueles que não sabem com exatidão como unir a escolha profissional com suas habilidades, paixões, afinidades e também o tão disputado mercado de trabalho.

O que é ter uma vocação?

Vocação, vem do latim vocare, que significa que a pessoa possui uma habilidade ou inclinação para exercer uma atividade em determinada carreira ou profissão. Assim, uma pessoa que gosta muito de desenhar, terá uma tendência para as artes, ou seja, possui uma vocação para tal.

A vocação é formada por aptidão e interesse.

O interesse se deve às influências externas, como ambiente e experiências individuais. No caso da aptidão, que é a facilidade natural de se exercer uma atividade, está escrita nos genes.

Você pode ler mais a respeito da vocação e dos genes nesta postagem do site da Superinteressante.

Como funciona um teste vocacional?

Dependendo da forma com que o psicólogo ou psicopedagogo responsável trabalhe, os teste vocacionais podem ser realizados em grupo ou individualmente. Normalmente esses testes vocacionais são separados em duas partes:

Questionário: são um conjunto de perguntas compostas por questões alternativas que constroem uma análise da personalidade da pessoa. Em alguns casos são realizadas entrevistas presenciais, onde analisam habilidades e o autoconhecimento do indivíduo.

Análise de resultados: as habilidades e interesses são avaliados para compor uma lista de profissões que mais se enquadram com o perfil da pessoa.

Conheça melhor os cursos que mais lhe interessam

Após as análises, o recomendado é pesquisar sobre as profissões selecionadas.

Veja vídeos, leia mais a respeito e fale com pessoas que já são formadas na área, saiba o que eles pensam sobre a profissão, se o mercado é bom e com qual facilidade você poderá conseguir um estágio.

Se informando e conhecendo melhor como funciona o cotidiano e o mercado de cada profissional, você consegue decidir melhor e ainda descobrir se um curso no qual tinha interesse não era o que esperava.

Para escolher a profissão correta, também é muito importante que haja uma pesquisa ampla sobre os cursos disponíveis, mercado de trabalho e instituições de ensino.

Definir a instituição de ensino adequada pode ser a grande diferença entre o começo de uma carreira de sucesso e a dificuldade quando for encontrar um emprego.

Mais algumas dicas para depois do teste

Após fazer o teste, seja com a ajuda de um profissional, ou até mesmo com algum site que encontrou na internet, é preciso lembrar que o resultado apenas indicou algumas áreas de maior afinidade.

Mas, como já mencionamos, vocação não é só algo que você consegue fazer bem, mas sim uma junção entre habilidade e interesse.

Pesquise o que vai estudar, como é o ambiente de atuação da área, qual é a faixa salarial, quanto tempo precisará estudar e se será necessário conhecimento em outras áreas. E não se esqueça de pesquisar também sobre onde estudar, verificando a grade curricular para ver se as disciplinas estão atualizadas e de acordo com os seus interesses.

Participe de Feiras de Profissões

Muitas universidades oferecem essa chance de conhecer de perto um pouco mais sobre a carreiras que deseja seguir através de feiras de profissões.

Os eventos geralmente são gratuitos e oferecem palestras e a chance de conhecer as instalações e estrutura da instituição de ensino.

O maior objetivo desses eventos é apresentar o universo acadêmico aos vestibulandos. Essa experiência é essencial para todos os estudantes que desejam conhecer mais sobre a graduação pretendida, mas principalmente, para os confusos e indecisos tirarem todas as dúvidas.

Não tenha medo se continuar indeciso

É importante lembrar que os testes vocacionais, mesmo feitos por profissionais, não indicarão especificamente qual profissão uma pessoa irá seguir, visto que não são resultados determinantes para uma pessoa.

Os testes de vocação deverão vir acompanhados de laudos e relatórios que mostram o perfil de trabalho mais compatível com as características psicológicas e de personalidade que são evidenciadas em uma pessoa.

Assim, a orientação serve para mostrar caminhos e possibilidades para seguir, facilitando para que você descubra qual é a área com que tenha criado maior identificação, mas jamais será uma resposta definitiva sobre o seu futuro universitário ou profissional.

Por isso, pesquise, pesquise e pesquise muito! Quanto mais conhecer sobre as profissões, automaticamente você criará um filtro das que mais gosta para as que não chama tanto sua atenção.

Gostou dessas dicas? Confira também 10 mitos sobre faculdades particulares e veja as vantagens que uma universidade particular pode oferecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *