Qual a diferença entre engenharia agronômica e agronomia?

Qual a diferença entre engenharia agronômica e agronomia?

Quer saber a diferença entre engenharia agronômica e agronomia? Aqui nesse post, conversamos mais sobre as diferenças!

Qual a diferença entre engenharia agronômica e agronomia? Esta é uma dúvida muito comum e, aqui neste post, vamos esclarecer alguns conceitos e apresentar algumas definições.

A ideia é que ao terminar de ler as informações aqui dispostas, você tenha bagagem e conhecimento para escolher sua futura profissão. Por exemplo, você sabia que a palavra agronomia abrange diversas áreas do conhecimento, como ciências exatas, naturais, sociais e econômicas?

Pois é, congrega diversos assuntos, dentre eles, a engenharia agronômica. Aqui é importante ressaltar um ponto MUITO importante: comumente, as pessoas referem-se a esta profissão como agronomia. No entanto, essa denominação está errada.

O correto é referir ao curso como Engenharia Agronômica, quem se forma tornar-se engenheiro ou engenheira agronômica. Não é agronomia, não é agrônomo. Com esse conceito bem claro, podemos ir para as próximas etapas.

O que estuda um agrônomo?

Assim, deve ficar muito claro que não existe diferença entre as denominações engenharia agronômica e agronomia. Na prática, os dois se resumem à mesma carreira.

Regulamentada no Brasil desde 1966, o Engenheiro Agrônomo é quem trabalha com as questões relacionadas com o solo, estudando sobre a interação entre os reinos animal, mineral e vegetal.

Ou seja, é a pessoa que possui conhecimentos para compreender e intervir em todas as etapas da produção e comércio de produtos agrícolas. Pode atuar em atividades que vão desde o plantio até a distribuição da mercadoria, possuindo uma visão abrangente sobre a cadeia de produção e armazenamento.

Além disso, é função do engenheiro agrônomo oferecer soluções para otimização das etapas produtivas como a preparação do solo, o combate de pragas, colheita, fabricação de ração animal, reprodução, abate e demais processos industriais envolvidos na produção dos alimentos para venda.

O que se estuda um engenheiro agrônomo?

O engenheiro ou engenheira agrônoma, estuda assuntos como administração rural, gerenciamento de agronegócios – garantindo a qualidade e a lucratividade da produção, sempre considerando a conservação do meio ambiente.

Possui conhecimentos em pesquisa, estimulando o uso racional dos recursos, orientando produtores e a atuação em doenças de lavoura e no combate às pragas. Além disso, acompanha os processos industriais e a distribuição de produtos agrícolas, prezando pela qualidade.

O engenheiro agrônomo coordena projetos, organiza programas, supervisiona mudanças, realiza pesquisas e desenvolve técnicas para melhorar a produção. Dentro do Brasil, é uma profissão que possui um valor social muito elevado, uma vez que o País é exportador de produtos agropecuários.

Como funciona o mercado de trabalho para agrônomo?

Dessa maneira, é importante esclarecer que o setor de economia só tem crescido e existem boas perspectivas do Ministério da Agricultura para os próximos anos. Por estar em constante expansão, as oportunidades de trabalho crescem em todas as regiões.

Em Santa Catarina, por exemplo, a agroindústria conseguiu triplicar suas exportações nos últimos 15 anos. O campo de atuação vai de empresas privadas ao setor público. Um segmento que está em ampliação é o de tecnologia aplicada ao agronegócio.

As pesquisas estão garantindo soluções inovadoras para a área, aperfeiçoamento dos processos, controle da qualidade e aumento da produtividade. Com essas informações em mãos, agora é possível tomar uma decisão coerente e acertada sobre a escolha ou não da profissão de Engenheiro Agrônomo.

O que achou dessas orientações? Aqui, no blog da Unicep, você encontra dicas e informações para aumentar sua empregabilidade, reconhecimento e avançar na sua trajetória profissional. Explore!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *