Quais são os principais tipos de redação e como ir bem em cada um deles?

Quais são os principais tipos de redação e como ir bem em cada um deles?

Conheça quais os três tipos de redação e saiba melhor como ir bem em cada um deles. Aprenda mais aqui.

Independentemente da carreira que você pretende seguir, escrever de forma clara e objetiva é uma habilidade essencial. Por ser um quesito importante tanto para a faculdade quanto para a vida profissional, redigir é um dos critérios avaliatório nos vestibulares, não apenas no Brasil, como em todo o mundo.

Conseguir uma nota elevada na redação faz muita diferença nos resultados e pode ser um divisor de águas entre você conquistar ou não a vaga no ensino superior. Dessa maneira, é importante conhecer todos os estilos de redação e saber expressar-se em cada um deles.

Aqui nesse post, você vai descobrir mais sobre os três principais estilos de redação e começar a familiarizar-se com cada um deles. Apenas assim será possível atingir um desempenho notável na hora de sentar-se diante do papel e caneta na prova de vestibular. Continue conosco!

Quais são os principais tipos de redação?

Vale a pena ressaltar de que existem muitos estilos de textos diferentes e que as universidades possuem liberdade para escolher qual deles será cobrado na prova. Destacamos abaixo os três tipos usualmente trabalhados como tema nos vestibulares brasileiros.

Descrição

O objetivo desse tipo de redação é descrever algo ou alguém, criando um retrato por meio de palavras. Para isso, o autor precisa observar atentamente o objeto, reunindo as características físicas e psicológicas, anotando os detalhes para depois, colocar nas linhas.

Os textos descritivos podem seguir uma linha objetiva, focando em características concretas, sem juízo de valor, assim como as definições encontradas nos dicionários. Também pode ser uma descrição subjetiva, nesse caso, o autor fica livre para incluir impressões pessoais.

Dissertação

A dissertação é construída ao redor de um determinado tema, normalmente, algo relevante para a sociedade. Munida de informações, ideias e pontos de vista, a pessoa constrói uma argumentação com início, meio e fim.

É importante que haja coesão e coerência entre os parágrafos, conduzindo o leitor em uma linha de raciocínio lógica, onde um fato dá sequência a outro. Dentro dessa premissa, o autor pode escolher entre apresentar um texto:

Dissertativo-argumentativo: onde os argumentos são utilizados para tecer uma tese e convencer o leitor;

Dissertativo-expositivo: quando são expostos dados e informações sobre o tema com o objetivo de informar o leitor.

Narrativa

Ao contrário da dissertação, o texto narrativo não possui compromisso com a realidade. Mesmo que as informações centrais sejam reais, a narrativa utiliza elementos ficcionais e fantásticos para contar os fatos.

Para a construção do texto, semelhante aos romances, o autor precisa incluir um tempo (cronológico ou psicológico), ambiente (físico, psicológico ou social), narrador (em primeira ou terceira pessoa), um enredo (com apresentação dos fatos, desenvolvimento da história, conflito e conclusão) e personagens.

Quais os tipos de redação mais frequentes nos vestibulares?

Esses três tipos de redação são os que costumam cair no vestibular. Na hora da prova, você pode optar por qual linha pretende seguir. Para isso, é importante descobrir em qual tem mais facilidade para conseguir um desempenho melhor.

Assim, hora de arregaçar as mangas, pegar papel e caneta e treinar! Escolha um dos três tipos mencionados acima e elabore pelo menos um texto por semana. Escrever é prática e quanto mais você seguir as estruturas de cada um dos tipos, mais fácil será na hora da prova.

Aproveite a oportunidade para melhorar a gramática, observando com atenção alguns elementos como a concordância, coerência e coesão. Para escrever melhor, é importante ler com frequência.

As faculdades costumam elaborar suas propostas de redação tendo como base alguns aspectos que estão em alta. Por isso, entender melhor sobre os elementos do texto quanto para manter-se atualizado sobre os pontos principais dos temas atuais – principalmente tratando-se da dissertação.

Mantenha a leitura em dia e busque estar sempre bem informado. Com essas dicas, você tem em suas mãos o caminho para conquistar uma boa nota e ingressar na faculdade que quiser.

Ficou mais fácil diferenciar os tipos de redação? Aqui no blog da Unicep você encontra essa e outras dicas de como aumentar a sua atuação no vestibular. Fique atento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *