O que fazer quando não sabe que profissão seguir?

O que fazer quando não sabe que profissão seguir?

Não sabe o que fazer quando não sabe que profissão seguir? Fique por dentro de algumas dicas e orientações que podem te ajudar nisso.

Sair da zona de conforto é sempre amedrontador. Assim como toda mudança traz ansiedade. Entrar na faculdade não é diferente sendo muito comum que dúvidas pipoquem na cabeça. E, se começar a universidade já é desafiador por si só, ainda existem os questionamentos se aquela carreira escolhida é mesmo a mais adequada.

Se você se identificou com o cenário acima, pode respirar aliviado. É absolutamente normal sentir-se nervoso e confuso sobre qual faculdade cursar. Uma maneira de minimizar a ansiedade é informar-se. Algumas práticas recomendáveis são:

Além disso, existem outras recomendações para te orientar rumo a descoberta de qual a melhor carreira para você. Se, por acaso, você não sabe o que fazer ou qual profissão seguir, fique tranquilo. Vamos te ajudar.

Primeiro passo: Acalme-se

Uma mente tranquila faz melhores decisões. Por isso, a primeira orientação é acalme-se. Com fazer isso? Você pode:

1) Conte até 10

Parece algo que acontece apenas nos filmes ou ainda brincadeira. Mas tente.
Em situações de estresse, pare e conte até 10. Isso vai te ajudar a colocar as ideias no lugar e conseguir observar as coisas por outra perspectiva.

2) Respire fundo

Inspire profundamente, expire devagar e repita isso dez vezes. Esse exercício simples ajuda e muito a controlar a ansiedade. Isso porque altera tanto a fisiologia quanto a composição química do cérebro. Essa dose extra de oxigênio proporciona a pausa necessária para acalmar e clarear as ideias.

3) Pense positivo

O ser humano tem uma tendência natural de focar apenas nas partes ruins da vida e, assim, acaba se irritando mais facilmente. Por isso, a dica aqui é: foque nas partes boas do seu dia. Ver as situações por outra perspectiva vai te trazer paz e adicionar um novo olhar aos momentos de estresse.

Segundo passo: Analise

Quando tiver mais calmo, será mais fácil refletir e visualizar o seu caminho.
“Nenhum vento sopra a favor de quem não sabe para aonde ir”, disse o filósofo Sêneca. Com a mente tranquila, será mais visualizar quais são as suas opções. Um exercício interessante é imaginar-se daqui a cinco anos.

Trace as suas prioridades como pessoa e profissão. E com isso em mãos, analise quais são as suas aptidões. O autoconhecimento é fundamental para definir suas fraquezas e suas forças. De nada adianta querer ser engenheiro se você não suporta fazer uma conta. Assim como não faz sentido escolher uma carreira na área de biológicas se não quiser enfrentar os percalços da profissão.

Sabendo quais são as suas habilidades, você conseguirá listar algumas carreiras compatíveis. E a partir daí, é interessante descobrir quais são as áreas de atuação e qual a rotina do profissional. Observe. Além disso, pesquise sobre o mercado de trabalho. Uma maneira de fazer essas duas coisas é conversando com as profissionais que atuam na área que pretende seguir.

Sair da zona de conforto e dar um passo rumo ao desconhecido sempre assusta. No entanto, munido com informações fica mais difícil errar. Para isso, você pode contar com o blog da UNICEP: temos muitos posts com orientações e dicas para a sua carreira.

E para aliviar o estresse da escolha, tenha em mente que é uma decisão importante, porém ainda pode mudar de ideia no meio do caminho. Caso a graduação não seja o esperado, você pode pedir transferência para outro curso ou ainda começar de novo. O erro faz parte do aprendizado, o importante é relaxar e desfrutar da jornada.

Gostou desse artigo? Conhece alguém que precisa descobrir mais sobre como funcionam os cursos de extensão? Compartilhem com seus amigos e amigas e fique de olho no nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *