O que é persuasão e qual sua importância?

O que é persuasão e qual sua importância?

Você precisa escrever uma redação no vestibular, correto? É aqui que saber alguns princípios de persuasão podem fazer diferença. Saiba mais sobre isso neste post.

Você já ouviu falar do psicólogo cognitivo e educacional Howard Gardner? Ele é conhecido pela sua teoria sobre inteligências múltiplas e desenvolveu a ideia de que existem tendências individuais e áreas onde somos mais competentes. Suas pesquisas e testes chegaram a conclusões de que existem, na verdade, sete tipos de inteligência.

Uma delas é a inteligência linguística, a qual consiste na facilidade de expressão, tanto oralmente como na forma escrita. As pessoas dotadas desse tipo dispõem um alto grau de atenção e enorme sensibilidade para compreender diferentes pontos de vista de um mesmo ângulo.

São mais propensas a conseguirem utilizar a persuasão na sua linguagem, o que é bem diferente de manipular os outros. Significa utilizar argumentos lógicos e comprováveis para mostrar diversos ângulos sobre uma mesma questão.

Vamos falar mais sobre isso.

Como utilizar a persuasão no trabalho?

No ambiente corporativo, a persuasão é uma estratégia comumente utilizada pela equipe de vendas, assim como por líderes e empreendedores. É uma estratégia de comunicação com recursos lógicos, simbólicos e racionais que podem influenciar alguém a tomar determinada ação.

Normalmente, para ser um líder ou bater metas de vendas é importante ter um alto poder de persuasão, o que significa na maioria das vezes, simplesmente saber argumentar adequadamente.

Para utilizar a persuasão no ambiente de trabalho, você precisa aprender o máximo possível sobre a pessoa e estudar como desconstruir suas maiores objeções.

Qual sua importância no vestibular?

Você precisa escrever uma redação no vestibular, correto? É aqui que saber alguns princípios de persuasão podem fazer diferença. Na hora da prova, você deverá receber um texto ou artigo que são apresentados para entendimento do tema e incitar ideias.

Na hora de estruturar o seu texto, utilize o mesmo princípio que explicamos acima: pense na pessoa que irá ler. Empatia. Esse é o segredo para convencer alguém. Coloque-se no lugar do leitor e imagine como ele ou ela gostaria de ser convencido.

Depois, pense em como construir seus argumentos. Comece escrevendo suas primeiras ideias, para só depois se preocupar em estruturar as frases do jeito certo. Lembre-se que o importante não é exatamente como você fala, e sim, da maneira que você diz.

Dicas para ser mais persuasivo

Assim, segure a caneta e pense no tema proposto e responda: “o que eu penso sobre isso?”. Depois, vá desconstruindo o pensamento em subtópicos como:

  • De que maneiras eu posso provar isso?
  • Quais as consequências?
  • Como isso pode acontecer?
  • Quais as maneiras de realizar isso?
  • Quais as lições que podem ser tiradas dessa situação?

Com as respostas em mãos, você vai conseguir organizar o seu texto. Mas lembre-se: a ordem das informações altera o resultado. As ideias mostradas primeiro podem alterar completamente a experiência da pessoa e a forma dela encarar seus argumentos.

Para treinar seu poder de persuasão, pratique. Ninguém escreve uma obra-prima de primeira, o trabalho é constante, assim como o estudo, a pesquisa.

Escrever todos os dias, ler artigos ou livros, andar com bloco de notas, alimentar redes sociais, blogs, redigir críticas e análises de filmes certamente são bons hábitos que formam o bom escritor. E ajudam a desenvolver seu poder persuasivo.

Gostou dessas dicas? Aqui no blog da Unicep você encontra dicas de como entrar na faculdade e como ir bem nessa nova fase, por exemplo, como os podcasts podem te ajudar. Explore!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *