O que é engenharia de produção? Entenda tudo sobre essa área!

O que é engenharia de produção? Entenda tudo sobre essa área!

Saiba aqui o que é engenharia de produção e quais as áreas de atuação da profissão! Aproveite!

O que é engenharia de produção? Se você está interessado em seguir esse ramo, está no lugar certo. Vamos mostrar aqui nesse post tudo sobre essa linha de atuação dentro das ciências exatas e quais são as áreas que você pode seguir. Fique por dentro!

O que é engenharia de produção?

Bom, vamos começar falando sobre as responsabilidades de um engenheiro de produção. Basicamente, um profissional dessa área garante a eficiência dos processos produtivos. Mas não é apenas isso: também fica sob suas atribuições manter em níveis baixos os custos de produção de uma empresa ou indústria.

Dessa forma, uma das características mais atrativas desse ramo da engenharia é a importância de aprender conceitos administrativos e habilidades de gestão para atingir os resultados esperados. Portanto, na graduação, são ensinados fundamentos ligados à Gestão de Pessoas, Administração e Economia.

Devido a importância de garantir a eficiência e otimizar os recursos, toda empresa que produz algo precisa de uma profissional capaz de dimensionar e gerenciar os processos produtivos. Por isso, o campo de atuação do engenheiro de produção é bastante amplo.

Como funciona o curso de engenharia de produção?

Com a necessidade de competências técnicas e habilidades de gestão, o curso de Engenharia de Produção engloba matérias da formação básica, disciplinas da Matemática, Física, Química, Computação e outras complementares.

Para exercer plenamente todas as funções descritas acima, o estudante tem matérias como:

  • Pesquisa Operacional;
  • Planejamento e Controle da Produção;
  • Logística;
  • Gestão de Projetos;
  • Planejamento Estratégico;
  • Gestão da Qualidade;
  • Engenharia da Sustentabilidade.

Fora isso, vale a pena destacar as disciplinas de fundo prático: como as que focam nos processos industriais, nas linhas de produção do chão de fábrica, nos processos gerenciais, na gestão financeira, estratégica e operacional. Ainda, na maioria das universidades, são necessárias horas de estágio e trabalho de conclusão de curso (TCC) para a conclusão do curso.

Algumas graduações em Engenharia de Produção possuem ênfases em outras áreas, o que garante conhecimentos específicos para atuar em linhas de produção de determinados setores, como construção civil, mecânica, automotiva, agroindústria e confecção industrial.

Qual a diferença entre engenharia de produção e administração?

Por causa das disciplinas destinadas ao desenvolvimento de competências administrativas, muitas pessoas confundem Engenharia de Produção com Administração. No entanto, são cursos diferentes, apesar dos dois serem bacharelados e ofertados por universidades públicas e privadas em todo o Brasil – tanto na modalidade presencial quanto à distância.

As diferenças começam logo na duração do curso: enquanto Administração são, em maioria, quatro anos, o bacharel em Engenharia de Produção dura, no mínimo, cinco anos.

Mesmo que a Engenharia de Produção seja atraente devido a sua bagagem de gestão de pessoas e recursos, é importante ressaltar de que é um curso essencialmente de exatas. Isso quer dizer que possui uma ampla base técnica.

Ou seja, o aluno terá contato com Cálculo, Física, Química, Estatística e Informática. Posteriormente, nos anos seguintes, começam as matérias específicas, como Logística e Cadeia de Suprimentos.

É uma graduação multidisciplinar com matérias na área de Gestão, como Administração, Economia e Recursos Humanos? Sim. Porém, é fundamental ter consciência de que o enfoque nessas disciplinas é em segundo plano.

O curso de Administração, por sua vez, possui uma grade curricular centrada em Humanas como Sociologia, Economia, Direito, Psicologia e Comunicação. São matérias para o estudante entender a sociedade como um todo e as pessoas com as quais uma organização se relaciona.

Já as matérias específicas ligadas às Exatas, como Matemática, Finanças e Estatística possuem um enfoque secundário, possuem uma carga horária menor, e abordam técnicas e estratégias de gestão de diferentes empresas.

Áreas de atuação

Agora que você já sabe quais são as atribuições dos Engenheiros de Produção, quais as matérias abordadas no curso, e ainda, quais as principais diferenças da graduação de Administração, vamos falar sobre as áreas de atuação dentro da profissão.

Educação em Engenharia de Produção

Poucas pessoas sabem disso, mas ensinar é também uma área de atuação importante do Engenheiro de Produção. Quem gosta dessa área encontra um espaço significativo e poderá trabalhar na formação de vários outros profissionais. Seja ministrando cursos, treinamentos ou difundindo técnicas dentro de empresas, redes de empresas ou comunidades.

Engenharia da Sustentabilidade

O conceito de sustentabilidade envolve construir uma sociedade que viva bem dentro dos limites ecológicos de um planeta finito. No mundo contemporâneo, as discussões acerca desse tema tornaram-se urgentes e é fundamental pensar em soluções holísticas e eficazes que atendam as necessidades da humanidade e protejam o planeta.

Essa demanda abre oportunidades para a atuação do Engenheiro de Produção ampliando conceitos técnicos inerentes à Engenharia da Sustentabilidade, como as interações entre sistemas técnicos, ecológicos, sociais e econômicos. Além da aplicação prática de conhecimentos sobre o ciclo de vida, ecologia industrial e engenharia de sistemas sustentáveis. ​​

Assim, o Engenheiro da Sustentabilidade possui uma profunda compreensão da ecologia industrial utilizando cada recurso natural com o máximo de eficiência e compreende os quadros ambientais e de sustentabilidade dentro do desenvolvimento corporativo e regional. Dessa forma, realiza a gestão de riscos, de consumo e produção sustentáveis.

Engenharia do Trabalho

Fazer com que o trabalho seja executado de forma segura para todos os profissionais envolvidos faz parte das responsabilidades de um Engenheiro de Produção. Dentro desse contexto, uma das linhas de atuação é tornar a empresa mais segura, o ambiente mais produtivo, humano e resguardar o empregador dos mais diversos processos judiciais. O que é chamado de Engenharia do Trabalho.
O engenheiro de produção dentro desse segmento aplica conhecimentos técnicos buscando soluções que tragam melhorias e otimizem os processos. Além disso, desenha ações estruturais, programas de prevenção, planejamento e gestão para garantir a qualidade do ambiente e zelar pelo cumprimento das determinações regidas pelas Normas Reguladoras.

Engenharia Econômica

A Engenharia Econômica avalia sistematicamente os aspectos econômicos de soluções. Ou seja, oferece dados para a tomada de decisões para reduzir custos e/ou maximizar benefícios para alguma organização. Seja analisando os investimentos necessários nas linhas de produção, adquirindo equipamentos, comparando as alternativas ou analisando as taxas de depreciação.

Esse profissional é responsável por:

  • gerenciar os custos;
  • escolher um modelo de gestão;
  • otimizar a capacidade da empresa;
  • determinar preço de produtos.

Essa é uma linha de atuação dos bacharéis de Engenharia de Produção interessante porque aplica na prática os conhecimentos adquiridos em matérias relacionadas, como Economia, Análise Financeira, Gestão de Custos e Contabilidade.

Engenharia Organizacional

A Engenharia Organizacional é uma linha dentro da Engenharia de Produção que requer características empreendedoras e capacidade de gerir várias etapas do processo produtivo, assim como uma visão gerencial do negócio.

Essa linha da engenharia de produção incorporam sempre o conjunto de conhecimentos relacionados à gestão das organizações, como:

  • planejamento estratégico e operacional;
  • estratégias de produção;
  • gestão empreendedora;
  • propriedade intelectual;
  • avaliação de desempenho organizacional;
  • sistemas de informação e sua gestão;
  • arranjos produtivos.

Em resumo, a Engenharia Organizacional utiliza práticas de gestão para garantir a execução das atividades, interagindo com as mais diversas áreas e assegurar os resultados da organização.

Engenharia do Produto

Essa é uma área de atuação em ascensão dentro da Engenharia de Produção. Sabe-se que para atender as demandas do mercado, é fundamental o desenvolvimento de novos produtos ou até mesmo o aperfeiçoamento dos já existentes.

Assim, para construir um produto, é importante ter visão de negócios e entendimento da necessidade ou do problema do cliente, para depois, criar uma solução eficaz baseada na experiência do usuário. Para isso, é importante que exista um responsável por desenvolver o produto e mantê-lo operando. Essa pessoa é o Engenheiro de Produto.

A Engenharia de Produção não só controla a manutenção de seus produtos e processos, como também cria novos. Dentro dessa linha de atuação, o profissional desenvolve a arquitetura do processo produtivo, indicando roteiros, estágios, matérias-primas e recursos que serão utilizados.

Engenharia da Qualidade

Aprimorar e garantir altos níveis de qualidade durante todas as etapas da produção é o objetivo principal da Engenharia da Qualidade. Dentro dessa linha de atuação, o engenheiro de produção elabora métodos e estratégias para o produto ser projetado, desenvolvido e fabricado, atendendo as expectativas do consumidor.

Além de acompanhar o processo de industrialização por meio das mais diversas ferramentas de controle, a Engenharia da Qualidade trabalha construindo uma ponte com o cliente. Esse profissional garante que as demandas dos clientes estejam sendo atendidas tanto em termos de características do produto ou do serviço prestado.

Pesquisa Operacional

Como dissemos acima, o curso de Engenharia de Produção oferece disciplinas de gestão. Dentre elas, destaca-se a pesquisa operacional, uma metodologia baseada na construção de modelos matemáticos aplicada na estruturação de processos, produtos ou problemas decisórios.

O profissional dentro dessa linha de atuação elabora modelos matemáticos com um conjunto de técnicas quantitativas, organizadas na forma de algoritmo, criando uma estrutura de abordagem de problemas e soluções com o objetivo de diminuir custos ou aumentar a lucratividade das atividades. Para isso, utiliza pacotes computacionais dedicados.

Logística

Dentro do campo de atuação do Engenheiro de Produção, está a gestão da cadeia logística. Ou seja, técnicas para o tratamento das principais questões envolvendo:

  • transporte;
  • movimentação;
  • estoque;
  • armazenamento de insumos e produtos;
  • redução de custos;
  • garantia da disponibilidade do produto;
  • atendimento dos níveis de exigência dos clientes.

Quem escolhe atuar nessa área está apto a fazer a gestão da Cadeia de Suprimentos, dos Estoques, dos Projetos e Análise de Sistemas Logísticos, atuar dentro da Logística Empresarial, no Transporte e Distribuição Física além também da Logística Reversa e de Defesa.

Conhecimentos importantes para o engenheiro de produção

Nesse ponto, você já deve saber que a Engenharia de Produção estuda o planejamento, a concepção, o controle e a otimização dos sistemas produtivos. Ou seja, visa o aprimoramento dos processos, aumentando a produtividade e reduzindo os custos excessivos ou desnecessários.

Para isso, o profissional formado em Engenharia de Produção necessita não só ter capacidades técnicas adquiridas por meio do estudo de Ciências Matemáticas, Físicas e Sociais, como também conhecimentos em gestão, administração, logística, planejamento e análise de dados.

É importante que o Engenheiro de Produção tenha uma vivência prática, adquirida em visitas técnicas, experimentos em laboratórios e desenvolvimento de projetos.

Com essas habilidades, o profissional estará apto para planejar, projetar e gerenciar todas as questões relacionadas ao processo produtivo: desde recursos humanos, insumos de produção, ferramentas tecnológicas, passando por recursos financeiros e prováveis impactos ambientais.

Está interessado na graduação em Engenharia da Produção? Veja mais informações sobre a graduação da UNICEP e explore todas as possibilidades de atuação dentro da profissão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *