Conheça os principais estilos de liderança e descubra qual é o seu

Conheça os principais estilos de liderança e descubra qual é o seu

Se você pretende ser um bom líder é importante conhecer quais os estilos de liderança existentes e aplicá-los no seu dia a dia.

Uma frase famosa diz que liderança não é sobre posição hierárquica, e sim, sobre ação. Um bom líder sabe que as obrigações estão além de ter um cargo superior. Conduzir uma equipe é ter atitude.

Inspirar a ação, guia, instruir, corrigir e orientar. Todos esses verbos fazem parte do vocabulário de um líder, cuja função engloba estimular cada membro a crescer como profissional e ser humano.

Isso significa ir mais do que a dinâmica “eu mando e você obedece”. A liderança moderna requer aprimoramento, valorização e reconhecimento do perfil da equipe. É enxergar por meio de um viés humano, sem focar apenas na obtenção de metas.

Se você ocupa um papel de liderança ou ainda está interessado em estar nessa posição em curto prazo, é importante conhecer a analisar os os tipos de lideranças que existem. É isso que esse post vai te mostrar! Acompanhe!

Conheça os principais estilos de liderança

Serge Moscovici foi um dos mais importantes psicólogos sociais da história da humanidade. Para ele, “os grupos humanos necessitam de líderes competentes para sobreviver e desenvolver plenamente seus recursos e potencialidades”.

No entanto, mais do que simplesmente ser uma pessoa à frente da equipe, as organizações sociais “necessitam de líderes competentes para sua sobrevivência e desenvolvimento cabal de recursos e potencialidades”.

Então, recapitulando, o líder é visto por um grupo como um indivíduo detentor das habilidades e ferramentas certas para direcionar as pessoas rumo aos objetivos do grupo. É um estrategista: alguém que consegue ajustar-se às situações inusitadas e guiar a sua equipe.

Compreender os estilos de liderança e qual a sua importância nas organizações são temas recorrentes no mundo corporativo. Para assumir um cargo dentro de uma empresa, é importante conhecer a fundo cada uma delas. É o que faremos a seguir:

Liderança democrática

Como o nome diz, esse líder conduz a sua gestão de forma democrática, ou seja, estimula a equipe, solicitando suas ideias e feedbacks sobre determinado assunto. Além disso, inclui os colaboradores na tomada de decisão para que participem ativamente da construção de soluções e resultados.

A liderança democrática prioriza o bem-estar coletivo, o desenvolvimento dos profissionais e oferece oportunidades reais de crescimento.

Um ambiente de trabalho saudável, com comunicação mais direta e efetiva, desenvolvimento de grupo, aumento da satisfação com o trabalho, diminuição da rotatividade e maximização da produtividade são resultados diretos desse estilo de liderança.

Liderança autocrática

Em clara oposição ao tipo anterior, o líder autocrático centraliza todas as decisões. É o famoso “chefe”, tão bem retratado nos filmes e seriados.

Aquele indivíduo cobrando veementemente resultados, pressionando, não levando em conta as sugestões e não permitindo intervenções ou constatações.

Esse tipo de liderança era comum há alguns anos, no entanto, hoje em dia, é uma das principais responsáveis pela saída dos colaboradores e a perda de talentos profissionais para os concorrentes.

As razões para isso são claras, esse modelo de liderança aumenta a tensão no ambiente de trabalho, o descontentamento da equipe e promove um ambiente hostil e de forte pressão – o que desmotiva os colaboradores.

Liderança situacional

O líder situacional, como o nome sugere, possui uma grande habilidade de adaptação a diferentes cenários. Consegue adequar-se com rapidez, agilidade, estratégia, inteligência e assertividade às suas necessidades e demandas específicas.

Além disso, esse líder consegue avaliar os cenários e contextos sob um olhar pragmático, e assim, atribui as tarefas corretamente aos membros capacitados para cumpri-las. Assim, consegue obter os resultados esperados, rapidamente.

Liderança liberal

A liderança liberal oferece total liberdade, autonomia e poder de decisão à equipe. Além disso, permite que decidam quais são os melhores caminhos e soluções para resolver os problemas da organização.

Esse estilo de liderança é baseado na confiança e reciprocidade, empoderando
o grupo para tomar decisões, à vontade. Isso porque dentro desse modelo, o líder entende de que os profissionais já são maduros, qualificados, o que dispensa a supervisão direta de alguém.

Qual é o estilo de liderança mais apropriado?

Os estilos de liderança são diferentes maneiras de uma pessoa atuar à frente de um time. Elas dizem respeito às estratégias aplicadas na motivação, organização e interação com os liderados.

Segundo estudos realizados pela Universidade de Harvard, o estilo de liderança afeta os resultados e o clima organizacional. Em suma, a maneira como o líder escolhe agir realmente interfere no desempenho da equipe e da organização como um todo.

Para se ter ideia, a pesquisa concluiu de que o estilo de liderança pode ser responsável por até 30% do lucro de um negócio. Embora você identifique-se com um dos tipos específicos, é importante reiterar de que, na verdade, o segredo está em combinar características de todos os estilos.

Um bom líder detecta rapidamente que tipo de ações e medidas determinadas situações pedem. Por isso, separamos abaixo, quais as vantagens e desvantagens de cada estilo de liderança e quando é adequado utilizá-la:

Liderança democrática

O estilo de liderança democrático é capaz de gerar novas ideias e inovação para o negócio. Dessa forma, deve ser aplicado quando surgirem situações nessa linha.

É indicado em situações de equipes com nível de maturidade elevado, em momentos onde você não se sente totalmente seguro para tomar determinadas decisões e precisa de contribuições de outras pessoas.

Vantagens da liderança democrática

  • Comprometimento e responsabilidade dos membros;
  • Valorização da contribuição dos envolvidos;
  • Maior interação entre líderes e equipe;
  • Satisfação e motivação dos liderados.

Desvantagens da liderança democrática

  • Processos decisórios e de mudança mais lentos;
  • Nível de maturidade e experiência elevado da equipe;
  • Necessidade de acompanhamento constante.

Liderança autocrática

Cada vez mais em desuso, esse tipo de liderança deve ser utilizado em situações que demandam alto nível de controle dos processos. Normalmente, isso acontece com equipe pouco experientes, com muitos componentes ou pouco qualificadas.

Nesses casos, a dica é redobrar o cuidado com a comunicação, ser empática e estar sempre atento ao comportamento dos envolvidos nas demais situações.

Vantagens da liderança autocrática

  • Agilidade nos processos decisórios;
  • Maior controle dos processos;

Desvantagens da liderança autocrática

  • Aumento da tensão e do estresse;
  • Colaboradores mais qualificados podem sentir-se subutilizados e desvalorizados;
  • O líder pode ficar sobrecarregado com a centralização de atividades.
  • Em caso de ausência da liderança, é comum queda de produtividade;
  • Aumento das chances de maior frustração e desmotivação;

Liderança situacional

A liderança situacional é indicada para empresas tecnológicas e inovadoras, que demandam um tempo de resposta rápido. Para realmente dar certo, é importante contar com líderes flexíveis e bem preparados, aptos para atuar em diversos cenários.

Vantagens da liderança situacional

  • Flexibilidade na atuação;
  • Otimização do tempo do gestor;
  • Aumento da produtividade da equipe;
  • Desenvolvimento da maturidade como líder.

Desvantagens da liderança situacional

  • Falta de padronização dos processos;
  • Dependência do líder para direcionar as atividades;
  • Processo mais demorado de desenvolvimento do time.

Liderança liberal

Equipes experientes, formada por profissionais especialistas e maduros, é condição essencial para a liderança alcançar bons resultados com esse estilo de liderança.

É importante que as relações interpessoais sejam maduras e de que exista uma boa comunicação entre os membros da equipe. Outro ponto importante é o líder precisa estar sempre à postos, pronto para motivar a equipe quando necessário.

Vantagens da liderança liberal

  • Equipe empoderadas e autônomas;
  • Criativo e com boas soluções;
  • Aumento do vínculo e da confiança entre membros;
  • Descentralização e celeridade dos processos.

Desvantagens da liderança liberal

  • Cuidado redobrado com os direcionamentos;
  • Disponibilidade constante;
  • Estar atento ao comportamento e a inteligência emocional.

Como identificar seu perfil de liderança?

Nesse ponto, você já sabe as principais características de cada um dos estilos de liderança, as vantagens e desvantagens. Também está consciente de que
não existe um estilo de liderança ideal.

O profissional à frente de uma equipe precisa concentrar uma série de habilidades e diversificar o estilo de atuação, adaptando-se aos diferentes cenários e situações.

Ser um líder significa reduzir as incerteza e insegurança de um grupo. Assim, é um contínuo processo de decisões, acertos e erros. Para alcançar um resultado, manter sua equipe motivada e orientada, a pessoa poderá utilizar todos os estilos de liderança a seu favor.

Em resumo, cabe a cada bom líder saber equilibrar estas práticas e quando aplicá-las. Sempre levando em consideração a necessidade, a tarefa e as pessoas.

Assim, a conclusão desse post é de que para desenvolver suas habilidades de liderança, agregue a sua atuação o melhor de cada estilo.

Explore as competências de cada uma, comprometido com o seu desenvolvimento. Somente assim, você se tornará mais do que uma liderança de altos resultados, e sim, uma inspiração motivadora para seu time.

Gostou dessas dicas? Aqui no blog da Unicep você encontra dicas de como se tornar um líder e conquistar melhores posições no mercado de trabalho. Explore nosso conteúdo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *