Conheça algumas técnicas para ser aprovado no vestibular sem precisar fazer cursinho

A maioria dos estudantes concluintes do ensino médio sonha com a aprovação no vestibular. Muitas vezes ainda nem sabem que curso escolherão, mas já desejam começar o seu preparo para o tão concorrido exame.

Acontece que para um grande número destes alunos, o cursinho não é a melhor opção. São diversas as razões impossibilitam certos alunos terem acesso ao cursinho: problemas financeiros, logística, ou ainda não sabem qual o cursinho ideal, ou ser até uma simples incompatibilidade com os métodos apresentados pelo cursinho.

Geralmente os cursinhos estão programados para apresentar todo o conteúdo exigido no exame. E se você é um aluno com facilidade em humanas, vai querer dedicar todo o seu esforço nas exatas. Ou o contrário. Se este for o seu caso e se você é uma pessoa determinada e disciplinada, estudar sozinho pode ser muito mais proveitoso.

É para este público que preparamos este artigo: para o aluno que quer passar no vestibular sem fazer cursinho.

Veja algumas dicas:

Crie um roteiro de estudo

Diferentemente do cursinho, nesse roteiro de estudo, você vai visar exatamente as matérias que possui mais dificuldade. Esse é um dos grandes diferenciais de estudar sozinho. 

Você pode selecionar exatamente quais são as matérias que possui mais dificuldades, e as de mais facilidade, apenas revisar. Organize-as em uma ordem crescente, da mais difícil para a mais fácil, e então determine um tempo de estudo por dia para cada uma delas.

É importante estar com os materiais atualizados, ou seja, apostilas atuais sobre as matérias que estão sendo cobradas. O mesmo deve ser feito com as provas de vestibular retiradas da internet. Pesquise provas mais atuais para entender como estão sendo cobradas as questões e quais as matérias que mais caem.

Escolha um lugar para estudar

Quarto, escritório, sala… seja lá onde for, você precisa de um local fixo para estudar. Isso reforça o hábito do estudo, afinal, seu cérebro já reconhecerá esse local, entendendo que se você chegou lá, certamente será para estudar.

Lembre-se de usar esse lugar apenas para os estudos. Já que você está criando um santuário para seu cérebro, é bom que ele entenda que lá, será unicamente e exclusivamente para estudar, não para acessar internet ou assistir filmes.

Caso tenha problemas em casa com barulho, espaço, iluminação, procure um local público, de fácil acesso e que você possa ficar por algumas horas, como uma biblioteca. Outra opção é casa de amigos ou familiares, encontre o local mais adequado para você.

Faça pausas para relaxar

Essa é uma dica valiosa e importante, para todos os alunos que almejam entrar em uma boa universidade. A pausa é necessária, mas ao estudar em casa, esse problema tende a se tornar mais delicado, pois, ou o aluno descansa em excesso ou simplesmente não descansa.

O equilíbrio deve ser alcançado de alguma maneira, para que o psicológico do aluno não seja afetado antes da prova. Para manter a mente leve e saudável, intervalos de 10 minutos a cada 40 minutos, é recomendável.

Com a mente mais tranquila, você não se sentirá confuso e perceberá que o seu aprendizado evolui. O cérebro fixa melhor as informações quando você realiza uma pausa para assimilar. Lembre-se da máxima: Qualidade de estudo é mais importante que a quantidade.

O que evitar:

Para evitar perder o foco e a motivação nos estudos, é interessante que durante a sua pausa você não acesse a internet e não ligue a televisão. Já que esses dois hábitos tendem a distrair bastante as pessoas. Com isso, você acaba gastando mais horas do que gostaria.

Recomendado:

Uma boa caminhada jamais deve ser evitada. Nem que seja apenas uma pequena caminhada até a frente de sua casa, ou dentro dela, aproveite essa caminhadinha para refletir sobre o que acabou de estudar. Isso ajuda na fixação do conteúdo.

 Não deixe de ir ao banheiro e tomar água também. Estar confortável e hidratado é importante para alcançar o desempenho máximo nos estudos.

Crie o hábito de escrever resumos

Essa é uma ótima dica para quem quer alavancar os estudos. Escrever é uma das melhores formas para fixar um conteúdo. Por isso, conforme for estudando, mantenha ao seu lado uma folha, onde você irá escrever da maneira que estiver entendendo, todo o conteúdo estudado.

Claro, você precisa fazer isso com foco, disposição e vontade. Não adianta sair escrevendo de maneira aleatória. É necessário seguir uma lógica, escrever uma síntese que contenha todas as informações mais importantes, para que você acesse esse conteúdo resumido a qualquer momento, relembrando cada matéria ao longo de todo seu período de estudo.

Esse hábito irá, inclusive, te treinar a redigir com técnicas importantes, como a introdução, desenvolvimento e conclusão. Dessa forma, seus resumos serão mais uma forma de treino para que você se destaque na redação.

Outra dica valiosa é escrever todas as fórmulas, conceitos, palavras chaves que está estudando e que seja de difícil fixação. Prenda esses papéis em seu quarto, banheiro e inclusive na geladeira. Sempre que você visitar esses cômodos, irá relembrar alguma informação valiosa.

Na véspera do vestibular

Realmente, após um ano inteiro estudando, o melhor a se fazer um dia antes é relaxar, descansar e procurar se divertir. Não adianta se sobrecarregar no último dia e querer revisar as matérias de um ano todo.

Assista filmes, encontre com os amigos ou família para conversar. Saia para comer algo diferente, deixe a cabeça leve e despreocupada.

Obviamente que para cada aluno, a véspera da prova é diferente. Uns preferem se isolar e refletir, outros preferem companhia para jogar conversa fora, seja lá qual for sua postura, opte por descansar, para que no dia seguinte você esteja com energia suficiente para fazer a prova toda.

 

No dia do vestibular

Agora é momento de ter calma e confiança nos estudos de um ano inteiro. Cuide de administrar o tempo, cada questão possui uma média de alguns minutos para ser respondida. 

Caso encontre alguma questão que te deixe em dúvida, volte depois para responder, não se prenda demais para não perder seu tempo. Responda a prova toda, revise as que te deixaram com dúvida e então dedique-se à redação.

Conclusão

Estudar em casa pode ser tão eficiente quanto estudar em um cursinho preparatório. Em alguns casos pode ser até melhor, já que você determina sua grade de estudo, sua rotina, suas horas dedicadas e suas pausas também.

A internet está repleta de conteúdos para estudo: apostilas, provas de vestibulares anteriores ou até mesmo os famosos aulões, gratuitos. Então, capriche no planejamento, porque no final, o mérito da conquista será apenas seu.

Agora que você está pronto para montar seu plano de estudo, aprenda “Como escrever uma redação nota 1000 no ENEM”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *