Áreas do Direito: quais são e como atuar em cada uma delas

Áreas do Direito: quais são e como atuar em cada uma delas

Saiba quais são as áreas do Direito e entenda mais sobre cada uma delas. Descubra aqui nesse post.

A carreira de Direito é atrativa por uma série de fatores. No entanto, um ponto de destaque é o amplo leque de áreas disponíveis para a atuação profissional. Isso pode ser extremamente positivo, porque acrescenta dinamismo e propósito à carreira. Em contrapartida, acrescenta uma certa indecisão: afinal, qual o melhor caminho a seguir?

Nesse caso, o importante é informar-se sobre como funciona cada uma delas. Também é importante ter paciência, não escolher por pura pressão social, e depois, se prender a um ramo que não tem muita relação com o que você realmente quer para sua vida.

Por isso, para ajudar quem está indeciso ou quem tem dúvidas, seguem abaixo as principais áreas do Direito. Acompanhe!

Áreas do Direito: conheça as mais tradicionais

Direito Civil

A advocacia civil representa interesses individuais referentes a bens e propriedades, assim como questões familiares (como divórcio e heranças). É uma área muito ampla e por isso, na maioria das vezes, as pessoas precisam especializar-se em algum assunto como direito contratual, da família ou ainda responsabilidade civil.

Direito Ambiental

Processos administrativos de licenciamento ambiental e infrações ambientais são algumas dentre as inúmeras funções acompanhadas pelo advogado ambientalista. Além disso, esse profissional participa de processos judiciais civis e criminais vinculados à legislação ambiental. Fora isso, pode envolver-se em questões que envolvem a relação do homem com o meio ambiente.

Direito Empresarial

Voltada para os aspectos jurídicos do comércio, essa área da advocacia defende os interesses comerciais dos empresários e das sociedades. Uma das suas linhas de atuação, por exemplo, são as questões relacionadas com a abertura e fechamento de um estabelecimento. O direito empresarial ainda permite a elaboração de contratos e estatutos sociais, assim como marcas e patentes.

Direito Penal

Sabe aquelas séries de tribunal que tem na Netflix? A maioria das vezes, mostram o dia a dia de um profissional de direito penal: crimes e contravenções.
Salvo os elementos ficcionais, essa área do direito cuida da preparação e apresentação tanto a defesa quanto a acusação de pessoas físicas ou jurídicas.

Direito Trabalhista

Quase todo mundo conhece alguém que precisou de um advogado trabalhista. Essa é uma das áreas mais movimentadas no país, onde o profissional representa clientes como empresas ou pessoas e intermediam as disputas entre empregado e empregador. Questões sindicais e de previdência social também entram no rol de atuação.

Direito Tributário

Tributos são confusos e passíveis de equívocos. A figura do advogado tributário é justamente defender os contribuintes (tanto pessoa física quanto jurídica) destes eventuais problemas e também do recolhimento de tributos pela entidade arrecadadora. Normas e princípios relativos à arrecadação de impostos e taxas, assim como obrigações tributárias e atribuições dos órgãos fiscalizadores estão dentre as responsabilidades.

Área Pública

A área pública possui um amplo leque de atuação, como a carreira policial (delegado, agente principal da polícia judiciária…), magistratura (juízes) e promotores de Justiça do Ministério Público. Ainda existe a figura do defensor público, que consiste em defender cidadãos que não podem contratar advogados particulares. E do procurador, que por sua vez, defende os interesses de municípios, estados ou da União. Em geral, o profissional precisa ser aprovado em concurso.

Áreas do Direito: áreas em ascensão

Direito da Tecnologia da Informação

O advogado especialista em tecnologia da informação está sendo mais cobiçado e procurado, principalmente, depois do Marco Civil da Internet. Dentre suas
atribuições, está lidar com questões jurídicas que envolvem os crimes cibernéticos como uso indevido de imagens, roubo de informações e cyberbullying. O advogado digital é uma especialização dentro do direito convencional que surgiu dentro deste contexto. E promete ser uma das funções mais solicitadas no futuro – assim com já está sendo.

Compliance officer

Garantir que os processos da empresa estejam alinhados à legislação e às regulamentações vigentes do setor é a principal função do compliance officer. Seja por meio de programas de integridade ou anticorrupção, esse profissional tem como principal objetivo oferecer transparência e lisura às empresas dos setores público e privado. Para isso, aconselha e conduz processos de ética na conduta, protegendo a companhia de possíveis riscos.

Advocacia para startups

A advocacia para startups é uma área do Direito que inclui atender as demandas dos empreendedores que precisam de soluções ágeis e rápidas. Isso inclui as relações de trabalho entre a empresa e seus colaboradores, questões tributárias, relação entre as empresas e seus clientes, processos de abertura, fechamento e relação societária. É fundamental que esse profissional acompanhe o ritmo das inovações tecnológicas e, portanto, dos produtos e serviços criados pelas startups.

Agora você deve estar por dentro das áreas de atuação do direito. Seja seguindo uma linha mais tradicional ou uma mais inovadora(emergente para atender às novas demandas da sociedade), existe um segmento que combina com as suas habilidades, acrescentando propósito e realização nos seus dias. Vá atrás!

Está interessado na graduação em Direito? Veja mais informações sobre a graduação da UNICEP e explore todas as possibilidades de atuação dentro da profissão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *