Conheça 12 áreas da Biomedicina para atuar

Conheça 12 áreas da Biomedicina para atuar

 

A biomedicina é uma das profissões do futuro. Descubra aqui as 12 áreas de atuação do biomédico nas quais você poderá se especializar após formado. 

Desde meados de 2020, o mundo se uniu em um só propósito: o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus. Esse esforço global envolveu diversas profissões, como farmacêuticos, médicos e biomédicos. 

Essas profissões ganharam muito destaque na mídia e, certamente, influenciará as escolhas de carreira das próximas gerações. Nesse contexto, a biomedicina é um dos cursos em alta que apresenta grande abrangência. 

Portanto, podemos afirmar que essa é uma excelente opção em carreira. Aqui neste post, você irá conhecer as 12 áreas da biomedicina para atuar após formado e qual a rotina desses profissionais! Interessado? Então vamos lá!

Como é o curso de Biomedicina

O curso de biomedicina é uma graduação da área da saúde, que capacita profissionais para identificar doenças no organismo humano, com o objetivo final de pesquisar vacinas e medicamentos para tratá-las. 

Com efeito, o mercado de trabalho para profissionais de biomedicina está super aquecido em 2021. Existem diversas funções que o biomédico pode exercer, como veremos neste texto.

É bastante comum que o biomédico faça parte de equipes multidisciplinares, colaborando com outros profissionais da saúde, médicos, biólogos e bioquímicos em pesquisas e no ambiente de trabalho. 

Segundo o site de vagas, Catho, a média salarial do biomédico é R$ 2.363,63 e os profissionais que trabalham diretamente no ramo da saúde são os que recebem melhor remuneração. Ficou curioso para saber quais são as áreas de atuação do biomédico? Continue lendo.

Áreas da Biomedicina para atuar

Em geral, biomédicos podem ser contratados para trabalhar em clínicas, hospitais, laboratórios de análises clínicas e de diagnóstico por imagem, institutos de pesquisa e órgãos públicos de saúde de vigilância sanitária.

Confira 12 áreas da biomedicina que você poderá atuar: 

1. Análises Clínicas

Analises Clinicas

Na pandemia da COVID-19, a atuação do biomédico especialista em análises clínicas foi fundamental, pois exames de sangue foram essenciais para identificar indivíduos contaminados e, assim, tomar as medidas necessárias para evitar que eles disseminassem o vírus.

As principais atividades nessa área são: análise de resultados de exames com objetivo de identificar alterações, o processamento de sangue, suas sorologias e exames pré e pós-transfusões. Além disso, o profissional de biomedicina também tem a responsabilidade técnica sobre os laudos emitidos nesses procedimentos.

2. Análises Ambientais

O mundo está cada vez mais preocupado com os impactos dos processos produtivos. O biomédico pode se especializar em análises ambientais e colaborar com a sustentabilidade. 

Suas funções podem englobar a análise das condições do tratamento de água e efluentes e o descarte de resíduos. O mais comum é que esse profissional trabalhe em órgãos públicos, para garantir os melhores serviços à população.

É sua responsabilidade elaborar perícias e assinar laudos e relatórios.

3. Bromatologia

O nome pode soar estranho, mas a bromatologia é uma área muito interessante para o biomédico se especializar. Nessa função, ele analisa a composição química dos alimentos, bem como valor nutricional e calórico, suas propriedades físicas, químicas, toxicológicas e sua ação no organismo.

4. Banco de Sangue

Profissionais biomédicos que trabalham nos bancos de sangue analisando amostras, fazendo exames pré e pós transfusionais, mas também podem assumir algumas funções administrativas do laboratório. Ainda, o biomédico com essa especialidade pode auxiliar médicos e enfermeiros com pacientes que precisam de transfusões. 

5. Estética

Estetica

Surpreso? Essa é uma das áreas menos conhecidas da biomedicina . O profissional biomédico desta área estuda, desenvolve e acompanha tratamentos estéticos. Geralmente suas atividades são exercidas em colaboração com um cirurgião plástico ou dermatologista.

6. Citologia 

Ao se especializar em citologia, o profissional estará habilitado a pesquisar doenças a partir da análise citológica, ou seja, das células. Algumas dessas pesquisas podem se relacionar com a formação celular ou outras anomalias que podem causar danos à saúde do paciente.

7. Diagnóstico por imagem

Biomedicina Diagnóstico Imagem

Nesta área, conhecida como Imagenologia, o biomédico atua auxiliando na captação das imagens durante exames, como tomografia e ressonância magnética, ultrassonografia, radioterapia, etc. 

O escopo do seu trabalho também abrange a interpretação de laudos e a análise de material do paciente em biópsias, fazendo a relação entre os dois tipos de exame.

8. Genética

O biomédico geneticista faz análises genéticas, estudando profundamente os genes humanos. Este profissional geralmente atua na pesquisa de doenças que podem ser associadas a genes específicos, como alguns tipos de câncer, por exemplo.

Além de trabalhar como pesquisador, este profissional também está apto a participar de análises clínicas, embora seja menos comum. A consultoria e aconselhamento genético também pode ser exercida pelo biomédico especialista nessa área.

9. Imunologia

O foco de estudo do biomédico imunologista é, como o próprio título indica, o sistema imunológico humano. Esse profissional pode atuar em pesquisas sobre os efeitos de agentes estranhos ao organismo, como vírus e bactérias.

Ao entender seu funcionamento, mecanismos e composição do sistema imune, o profissional pode colaborar com outros profissionais, como médicos e microbiologistas.

10. Microbiologia

Biomedicina Microbiologia

Enquanto o foco do imunologista é o funcionamento do organismo diante de uma ameaça por agente externo, o microbiologista estuda justamente esses organismos microscópicos que podem causar tantas doenças.

Ou seja, quem optar por esta área irá estudar o mundo das bactérias, vírus, fungos e protozoários. A função do biomédico é a investigação da fisiologia e do metabolismo destes microorganismos para contribuir no combate e cura das doenças causadas por eles. 

11. Perícia Criminal 

Para atuar como perito criminal no âmbito da esfera pública, o biomédico deve, além de se especializar na área, ser aprovado em concurso público. Caso queira trabalhar na iniciativa privada, o perito criminal não deve interferir nas investigações policiais e respeitar as diretrizes legais que regem a profissão.

Trabalhar nesta área não é para qualquer um! O perito criminal é responsável pela análise e produção de laudos técnicos acerca de cenas ou objetos de crimes que às vezes podem ser muito violentos. O propósito do perito é emitir um parecer baseado em evidências e em seu conhecimento enquanto especialista.

12. Reprodução Humana

O biomédico que se especializa em reprodução humana é habilitado para trabalhar em todas as fases que envolvem a reprodução humana, tanto em pesquisas quanto na prática, em laboratórios, clínicas de fertilização ou banco de sêmen.

Além disso, o biomédico com essa especialização pode atuar em Embriologia, realizando a manipulação de gametas (oócitos e espermatozóides) e pré-embriões.

*

Agora você já conhece 12 áreas da biomedicina nas quais você poderá se especializar. Com tantas opções e um mercado aquecido para receber esse profissional, sobram motivos para fazer o curso, não é?

Se você tem interesse nessa profissão, saiba que existe um futuro profissional promissor, além de possibilitar que você contribua para avanços importantes na área da saúde, o que é muito recompensador! 

Pesquise sobre como os biomédicos auxiliaram no desenvolvimento da vacina contra o coronavírus, isso pode te inspirar e incentivar nos seus estudos!

Está interessado na graduação em Biomedicina? Veja mais informações sobre a graduação da UNICEP e explore todas as possibilidades de atuação na profissão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *