Afinal, o que é uma startup? Entenda o conceito de Startup

Afinal, o que é uma startup? Entenda o conceito de Startup

Os tempos modernos vem trazendo muitas mudanças no mercado de trabalho, novas ideias de produtos, serviços, novas marcas. Junto com isso chega um novo conceito de projetos, que visa revolucionar o mercado de trabalho, são as famosas Start-ups.

Você já sabe o que é uma Start-up?

Muitos se questionam se é uma empresa, se são projetos, sites, blogs. Se por necessidade devem ser inovadoras ou se precisam usar da internet.

Ao pesquisar o termo, encontramos que Start-up é a designação dada para empresas inovadoras, cujos objetivos é crescer em ritmo rápido, conquistando o mercado com seus produtos ou serviços, com menor custo. Só para exemplificar, podemos citar algumas Start-ups de sucesso: o Facebook, Uber, Google.

Tem sido um termo muito atual e nosso intuito é instruí-lo sobre o assunto, buscando entender na essência, para que tenha em mãos o poder de decisão de iniciar ou não, Start-up.

Entendendo o que é uma startup

Explicando de forma objetiva, são empresas que estão em uma fase inicial de desenvolvimento de produtos ou serviços inovadores e que apresentam grandes chances de crescimento.

Ou seja, é um momento que a empresa passa e percebe a necessidade de buscar criar um produto ou serviço que seja inovador para o mercado altamente competitivo. Porém, não é somente isso que classifica uma Start-up.

A oportunidade de oferecer para seus clientes produtos e serviços que são originais e diferenciados, é que garantem a capacidade de ganhar escala rapidamente. É o objetivo da Start-up: atingir um grande número de pessoas em pouco tempo.

Outro ponto que caracteriza bastante esse tipo de negócio, é o baixo esforço de replicação de seus produtos. Ao mesmo tempo em que vendem mais e atingem mais pessoas, as taxas de produção do produto ou serviço permanecem as mesmas, ou aumenta muito pouco em relação a sua receita.

Tudo isso por utilizarem de maneira concreta e bem direcionada, o artifício da internet. É assim que conseguem manter um custo tão baixo de investimento e ao mesmo tempo atingir tantas pessoas.

Mas nem tudo são flores…

Desenvolver uma Start-up não é tão simples assim e o ambiente da incerteza é um dos mais comuns para quem trabalha nessa área. Afinal, nos momentos iniciais, boa parte dos elementos que compõem o modelo de negócio, de produto e venda, são incertos e não possuem uma estratégia conclusiva.

Características de uma Startup

Inovação: Assim como foi falado neste artigo, o quesito inovação é fundamental. É necessário que o produto ou serviço seja novo, ou com aspectos novos em seu modelo de negócio. Que seja original ou que apresente bons elementos de diferenciação.

Escalabilidade: Isso diz respeito a quantidade de pessoas que uma Start-up consegue atingir em um curto período de tempo, com um custo relativamente baixo.

Repetibilidade: A experiência do consumidor deve ser facilmente replicada, ou seja, o modelo de negócio de uma Start-up deve ser repetível. Dessa forma, a experiência de consumo do produto ou serviço pode ser alcançada e atingida facilmente, sem muitos gastos.

Flexibilidade e rapidez: Como já foi falado anteriormente, este tipo de negócio vaga em um ambiente totalmente incerto, seja pela dúvida de que o produto agrada ou não, se é inovador ou não, se a estratégia está bem definida ou não. Por isso a Start-up deve ser ágil, flexível, para se adaptar rapidamente as demandas do mercado.

Equipe limitada: Como o próprio tópico já diz, as equipes das Start-ups são limitadas, reduzidas. Esse ponto entra no baixo custo envolvido nesses projetos e por essas razões possuem um ritmo dinâmico e acelerado.

Modelo de Negócio

Nada mais é do que uma descrição das principais características que explicam e determinam como é o funcionamento de seu negócio. Nesse modelo são apresentados informações como: clientes, fontes de receita, atividades principais, custos, etc.

Ainda dentro deste tópico, falamos de “Plano de Negócios”, que engloba tudo, quais são os diversos aspectos que moldam seu modelo.

Todos esses pontos ajudam a visualizar melhor o funcionamento da Start-up, como ela se comporta no mercado, qual seu objetivo, sua meta.

Isso tudo para determinar um caminho à ser percorrido, qual deles comporta com mais firmeza e sucesso, o seu projeto. Por isso o modelo e o plano de negócios são tão importantes.

Porém, como o ambiente em que as Start-ups se encontram são incertos e propensos a rápidas mudanças, outra ferramenta tem sido bastante utilizada, que é o Quadro de Modelo de Negócios ou Business Model Canvas.

O BMC (Business Model Canvas) apresenta de forma bastante visual, um modelo de negócio. São descritos na forma de nove blocos, cada bloco representa um modelo e é preenchido por um papel adesivo, de modo que, conforme o mercado se adapta e muda, o quadro pode mudar também.

Afinal, como foi dito, o ambiente é incerto e cheio de mudanças. Então, esse quadro não substitui o Plano de Negócios, apenas é mais indicado para a fase inicial da Start-up, enquanto a estratégia ainda não está 100% definida.

No momento em que o Modelo de Negócios se define por completo e é testado adequadamente, este pode se passar a ser descrito como um Plano de Negócios.

Conclusão

Start-ups são projetos que estão invadindo o mercado de trabalho atualmente. Vimos que em sua maioria trazem produtos ou serviços que são originais, inovadores ou que apresentam elementos fortes de diferenciação.

Vimos que o ambiente em que esses projetos acontecem é instável e complicado e que requer rápida adaptação. Ou seja, não é simples. Ainda que apresente custos baixos e promete grandes retornos, é importante que você entenda todas as dificuldades por trás deste negócio, para poder contorná-las.

Também vimos que um Modelo de Negócio deve ser estabelecido, testado e comprovado para que um Plano de Negócios tome seu lugar. O uso da informação deve acontecer de forma correta e bem aplicada, assim como a internet.

A equipe deve ser dinâmica, deve se comunicar bem, buscar sempre novos conteúdos, referências e ter a disciplina e vontade de continuar mudando e se adequando as necessidades do mercado de trabalho.

Start-up é algo inovador e que pode trazer inúmeros resultados positivos. São as empresas que prometem revolucionar o mercado, oferecendo serviços nunca antes oferecidos, produtos com facilidades e qualidades nunca antes encontradas.

Então se você possui disposição, vontade e uma boa idéia, mão na massa, você pode ser o próximo empresário de sucesso trazendo algo inovador para o mundo.

Gostou do nosso artigo? Então indique para seus amigos, familiares e busque mais informações. Ou então acesse nosso blog e conheça tudo do meio universitário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *