5 vantagens de se fazer uma universidade particular

É muito comum, que após a formação no ensino médio ou durante a preparação para o vestibular, que os estudantes ouçam que “faculdade de qualidade é faculdade pública”. Apesar de comum, essa frase carrega um mito perigoso, que desqualifica o ensino em uma faculdade particular e o grande potencial dos profissionais formados a partir dela.

Para mostrar que uma faculdade particular possui uma formação de qualidade, separamos para você: 5 vantagens de se fazer uma universidade particular.

1) Infraestrutura

Prédios, áreas comuns, salas maiores, com acomodações modernas e confortáveis. Em uma universidade particular há mais investimentos voltados para tecnologia, como equipamentos de laboratório e materiais didáticos oferecidos ao estudante.

Os laboratórios, por exemplo, são um espaço de aprendizado muito importante que complementa e oferece um diferencial indispensável para o entendimento de alguns processos naturais, seja de natureza química, física, biológica ou técnica.

2) Grade curricular atualizada

Como já foi dito, as universidades particulares costumam voltar seu ensino para o mercado de trabalho. Para se manterem alinhadas com o mercado profissional, essas instituições mudam constantemente suas grades curriculares, o que não deve ser visto como um problema pois o mercado de trabalho sofre mudanças o tempo todo e é essencial estar preparado para elas.

Dentro de uma faculdade particular, a burocracia para a criação de novos cursos é menor e há mais recursos para realizar o procedimento de credenciamento junto ao MEC (Ministério da Educação). Dessa forma, há opções de cursos mais atuais, condizentes com as demandas do mercado de trabalho.

3) Facilidade para estágios

Essas universidades oferecem uma ótima estrutura para quem deseja trabalhar na sua área, pois já no segundo semestre é possível participar de programas de estágio, que facilitam o contato entre estudantes e empresas parceiras.

Os alunos não só conseguem estágio, como também recebem acompanhamento da faculdade durante esse período. Lembrando, inclusive, que a maioria desses estágios são remunerados.

Por terem aulas em somente um turno, os estudantes podem se dedicar mais ao aperfeiçoamento profissional quando não estão nas aulas.

4) Empregabilidade

Em épocas de retração da economia, as pessoas que são mais afetadas pelo desemprego são aquelas que possuem formação intermediária, enquanto as pessoas com, ao menos, ensino superior completo no currículo, sofrem menos com esses impactos.

Uma pesquisa realizada no primeiro semestre de 2017 pelo Semesp (Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior) mostra um pouco a respeito do cenário da empregabilidade entre universitários de faculdade públicas e privadas.

Dois a cada três estudantes que concluíram o Ensino Superior estão trabalhando atualmente e a maioria deles em sua área de formação.

5) Networking

A rede de contatos que você constrói durante toda sua carreira é um dos itens indispensáveis para um sucesso profissional. É através dessa rede que você tem acesso a oportunidades, recebe informações privilegiadas sobre sua área de atuação e ainda conta com uma preferência em processos seletivos.

A faculdade é um ótimo ambiente para se conhecer pessoas e estabelecer relações. Um bom começo é ser responsável nas atividades em grupo, além de manter contato com professores e profissionais da sua área.

Uma maneira de estar sempre próximo de seus contatos é estar presente em plataformas como o LinkedIn, que é uma rede social voltada para profissionais e empresas. Lá você pode manter o seu perfil atualizado com suas competências e usá-lo para conhecer, conversar e acompanhar pessoas relevantes no mercado de trabalho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *