10 motivos para NÃO desistir da faculdade por causa do emprego

10 motivos para NÃO desistir da faculdade por causa do emprego

O período da faculdade com toda certeza é turbulento, cheio de problemas, provas, apresentações. Isso requer não somente o tempo do aluno, mas também disposição, responsabilidade e muito empenho para estudar.

Conciliar a faculdade com mais as horas de trabalho pode parecer absolutamente difícil, impossível. Às vezes dá até vontade de jogar tudo pro ar, mas calma, não precisa perder a cabeça. É só observar essa situação com outros olhos, por um novo ângulo, para descobrir como isso pode ser benéfico para você.

Entenda agora de que forma um trabalho pode te ajudar, enquanto você ainda está estudando e sinta-se mais motivado para dar continuidade nessa rotina.

1. Estabilidade financeira

Um dos pontos mais relevantes quando se pensa em trabalho é o retorno financeiro.

Você pode até estar exausto no final do mês, mas receber o salário e conseguir colocar em ordem todas suas contas, realizar seus projetos ou até mesmo dar aquela saída relaxante de final de semana, é uma sensação extremamente prazerosa.

2. Senso crítico e analítico

O trabalho, em qualquer área, também exige jogo de cintura. É no dia a dia do trabalho que as mais diversas situações se apresentam, colocando a sua capacidade de resolvê-las à prova.  É um exercício diário, em que se deve analisar essas situações sobre várias óticas, aprendendo sempre como lidar com novas situações.

A chance de observar seus colegas profissionais também é muito válida para o enriquecimento pessoal e profissional. Cada um deles possui um jeito de criar, uma bagagem e uma forma de lidar com as coisas, aprenda com cada um deles. No final dessa experiência, você não será o mesmo.

Sua visão sobre o mundo muda, se tornando mais clínico e objetivo, sua visão de mercado muda também, reconhecendo problemas e soluções. Quem consegue conciliar trabalho e estudo, começa com uma mentalidade e conforme o tempo passa, só enriquece seus conhecimentos e amadurece seu senso crítico e analítico em relação ao mundo e ao mercado que escolheu atuar.

3. Postura profissional e responsabilidade

Quando entramos na faculdade, lidamos com as provas, trabalhos e apresentações com um  certo nível de empenho. Esse nível aumenta significativamente quando estamos trabalhando, afinal, durante esse período, lhe apresentarão inúmeras tarefas e responsabilidades.

Cada uma das suas tarefas estará ligada diretamente às tarefas de outras pessoas, quer dizer, o trabalho de outras pessoas dependerão do seu. É preciso que seja feito corretamente e no tempo planejado, para que os demais profissionais não sejam prejudicados.

Após algum tempo trabalhando, você reconhecerá suas responsabilidades, e será imprescindível seu desempenho com o máximo de profissionalismo. Esse senso de ética  com certeza te acompanhará em todos os lugares, seja em casa, na faculdade, por toda a sua vida.

4. Networking

Seja lá onde estiver, procure sempre fazer networking, ou seja, conheça novas pessoas, se apresente, apresente suas idéias. Seja na faculdade ou no seu trabalho, procure criar uma lista de contatos, que possam te ajudar em projetos pessoais, isso pode ser uma medida de extremo valor para você.

No seu trabalho isso se tornará algo ainda mais efetivo e valioso, já que estará em contato com pessoas já formadas e atuantes na sua área – uma verdadeira ponte até a realidade que você está buscando!

5. Colocar a teoria em prática

A quantidade de informação recebida em sala de aula é muito grande. Não só o que é ensinado pelos professores, mas tudo que aprendemos quando estamos na faculdade.

O aprendizado é constante, até mesmo naquele papo informal nos corredores da faculdade, com os mestres ou colegas, se aprende.

Não se pode guardar estes aprendizados nas gavetas da memória. É preciso externá-los.

O trabalho é a melhor oportunidade de colocar tudo que foi aprendido em prática. Pois é no decorrer do curso que se ensina administrar o tempo, a organização, além de desenvolver seu poder de diálogo e negociação.

Caso sua faculdade seja da mesma área que seu trabalho, melhor ainda! O trabalho se tornará um laboratório para você e seus testes de habilidades.

6. Resiliência

Você enfrentará inúmeros problemas, seja na faculdade ou no trabalho, quem nunca? Porém,  os problemas enfrentados na faculdade podem mais simples de se enfrentar do que os profissionais. Isso não é uma condição ou regra, é que na faculdade você tem inúmeros tipos de apoio: dos professores, do seu grupo, etc.

O trabalho, por vezes, requer só de você, da sua capacidade e habilidade de enfrentar e resolver certas situações que se apresentam.

Lidar com situações complexas de trabalho e encontrar soluções para elas, pode ser o fator decisivo para te tornar mais resiliente, mais preparado para lidar com os conflitos que se apresentarem. O importante é lembrar que você possui as ferramentas, que é o seu conhecimento adquirido ao longo do seu curso.

7. Coragem para enfrentar desafios

Como falamos acima, a forma como enfrentamos nossos problemas diz muito sobre a gente. E não é porque na faculdade temos os pontos de apoio, que as dificuldades não aparecem.

Aquela apresentação agendada, que dá frio na barriga só de lembrar, aquela prova com as matérias mais impossíveis, ou aquela disciplina, que você não poderia ter reprovado mas reprovou.

Não é porque você se tornou resiliente que todos os problemas sumiram. Mas exatamente por esse motivo – que agora você tem mais coragem, calma e confiança para superá-los.

8. Novas amizades

Amigos, não importa onde você estiver, é sempre bom ter. E nada melhor do que manter uma faculdade e um emprego para ampliar ainda mais seu círculo social. Na faculdade vai encontrar todas as pessoas possíveis de se tornarem parceiros ou amigos para o resto da vida.

No trabalho também você sempre terá a chance de criar novas amizades, visando algo ainda mais importante: as relações profissionais.

É claro que você não vai fazer amizades somente pensando nos benefícios que essa amizade irá trazer, mas é comum que amizades de trabalho venham agregadas outros grandes valores.

9. Novas perspectivas profissionais

Essa é uma chance de ouro. Você já conhece sua área, mesmo que ainda não profundamente e já pensou em qual setor você se enquadra melhor.

É normal enquanto estamos na faculdade tomarmos esse tipo de decisão. Mas nunca fique focado numa única visão de trabalho, não fique estagnado.

Saiba que apenas quando sentimos na pele essas funções é que determinamos nosso nível de satisfação. É importante gostar do que se faz, buscar crescer dentro de uma empresa, reconhecendo e passando por várias funções ou áreas, até chegar naquela que  você realmente se sente à vontade.

10. Sensação de conquista

Acredito que de todos os motivos listados acima, esse é um dos mais gostosos e recompensadores. Claro, todos que falamos são motivos mais do que suficientes para fazer com que você não desista da faculdade, que é a chave do seu sucesso.

Mas pense no final, ao receber seu diploma e perceber o tamanho da sua conquista! isso é inigualável. Afinal, você não só terminou um curso, se graduando, como conseguiu esta façanha conciliando com um trabalho cheio de responsabilidades. Já pode se considerar um grande profissional!

Conclusão

O enriquecimento pessoal e profissional são os motivos principais para não largar a faculdade enquanto trabalha. O alto nível de evolução dos alunos que conciliam trabalho e estudo, é muito claro e evidente.

Você apenas colherá os bons resultados que plantou ao longo dos anos de curso: se tornando uma pessoa mais confiante, segura de si e com uma bagagem extremamente ampla.

Daí por diante o sucesso é mera consequência, o céu é o limite!

Gostou deste artigo? Que tal ler sobre “como aumentar sua renda dentro de casa como freelancer”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *